Imagens do Inconsciente produzidas pelas artista plástica e terapeuta Cláudia de Sousa Fonseca

Você já parou para se perguntar o porquê de algumas obras de arte produzirem um efeito tão grande sobre você?

“Não é que as imagens sejam eternas, mas sim que elas, como os quadros, têm todas as suas partes acontecendo, simultaneamente. Não há antes e depois, e assim a imagem está sempre acontecendo, eternamente presente. Portanto, para escapar do tempo, produza imagens (…) Ela prende a nossa atenção – e o que é a atenção, senão uma definição primária da consciência? E nossa atenção está presa no presente; então, uma imagem nos torna presentes para nós mesmos, convoca a consciência a estar totalmente presente e atenta. Isso implica que presenciar imagens constrói uma presença exata da consciência”.

O trecho acima se encontra no livro “Uma investigação sobre a imagem”, do psicólogo a analista junguiano James Hillman.

A partir do contato com toda a sua escrita, nos conectamos com a percepção de que manifestações artísticas expressadas através de imagens são um projeção de nosso inconsciente em constante ação. Elas carregam mais do que a energia psíquica empregada em sua produção: traduzem também as potencialidades de quem a criou e daqueles e daquelas que com ela entrarem em contato.

Por isso o acesso a arte pode ser curativo. Produzir arte, livre de juízos de valor que envolvam qualidade técnica ou estética, aceitando o processo como uma manifestação do inconsciente que pede a materialização, pode causar impactos imaginados em nosso mais profundo eu. Sem saber, podemos despejar ali nossas dores e amores.

A pintura é estática apenas para a consciência, que pede presença. Porém, assim como a psique é fluida, a imagem está em constante movimento, possibilitando a construção, destruição e reconstrução de processos internos. Mesmo que, na maior parte das vezes, não tenhamos consciência dos impactos que ocorreram dentro de nós.

Uma obra que, na presença, segue fluindo e reverberando em nossa alma.

Processo de acesso ao inconsciente integra arte e terapia

No processo terapêutico Amor.a Terapia produzimos uma pintura após um atendimento. Durante o processo, é realizada a visualização de imagens à conteúdos inconscientes, relacionadas aos processo psicoemocional da/o cliente. Usamos como ferramenta Imaginação Ativa, Imagens Arquetípicas e, caso seja de interesse, aplicação de Rapé Medicinal.

O processo, desenvolvido pela artista plástica e terapeuta Cláudia de Sousa Fonseca, é realizado em Copacabana ou por vídeo-chamada. O valor da sessão pode variar entre R$ 450 e R$ 630, de acordo com o tamanho do quadro. Agendamento pelo WhatsApp (21) 98101-2020. Confirmação de horário após realização da transferência bancária.

Recommended Posts